2005 - 2009

2005
 
 14-abr-2005 Jethro Tull & Orchestra - Credicard Hall, o que era para ser Ian Anderson & Orchestra, talvez por uma questão de marketing foi vendido como Jethro Tull & Orchestra, mas na verdade do Jethro mesmo veio só o Ian, acompanhado por uma outra banda. Executaram 5 músicas, entre elas Skating Away on the Thin Ice of the New Day. Em seguida, com 28 membros da Orquestra Popular Paulista, com 14 violinos, 4 violas, baixo, flautas, trombones e trompetes, começaram com Life is a Long Song. Não faltaram Bourée, Living in the Past, Aqualung, My God, a linda Budapest e fechando com a eletrizante Locomotive Breath.
 16-abr-2005  Saxon CANCELADO Palace - Direct TV Music Hall - teve um incêndio monstro na California e a casa de Biff foi queimada e ele acabou cancelando...
 11-mai-2005 Fish - Olympia, o escocês Derek William Dick, jardineiro e posteriormente compositor e cantor da banda de rock progressivo Marillion, é conhecido mesmo como Fish. O grandalhão permaneceu na banda no período de 81 a 88, quando saiu para carreira solo. Comparado a Peter Gabriel pelo timbre de voz e algumas performances, Fish é carismático no palco e contagiou os presentes apesar de a casa estar com muitos lugares disponíveis. Tocou clássicos do Marillion e músicas menos conhecidas de sua carreira solo. Foi um bom show. 
 13-mai-2005 Focus - Tom Brasil (Rock in Concert) Tropa de Shock - Tarkus , o que foi organizado pelo marketing da casa como Rock In Concert, era na verdade mais um show do Focus com as banda Tropa de Shock e Tarkus fazendo a abertura. Infelizmente o público não compareceu, a casa ficou com pelo menos a metade dos lugares disponíveis. Sinceramente, não consegui assimilar bem o show das duas bandas de abertura, tinham músicos competentes e algumas coisas legais, mas prefiro não tecer comentários sobre eles. Quanto ao Focus, mandaram ver com os bons sucessos de sempre como Hocus Pocus, Silvia... mesclando com algumas músicas novas. É sempre extasiante ver o Thajs Van Leer comandando sua banda. 
 20 e 21-mai-2005  Festival de Blues - Palace (Directv Music Hall) "The Blues Festival" - Bourbon Street com The Chicago Blues Ladies, Magic Slim, Blue Jeans... http://www.bluesrockshow.com/the-blues-festival---2005
 28-mai-2005

Zé Geraldo - SESC Pompéia, foi o show de gravação do seu primeiro DVD Um Pé no Mato - Um Pé no Rock, onde o palco ficou decorado, de um lado representando a roça e do outro, com grandes painéis grafitados, representando a cidade e a veia rock'n'roll. Na primeira parte um repertório mais "viola", representando o mato e na segunda parte do show, mais plugado.

A decoração do palco "Pé no Mato" ficou por conta de meu irmão, que é paisagista, e é com orgulho que vejo no verso do DVD um agradecimento do Zé ao Claudio. 

  9-jun-2005  O Terço - Palace (Directv Music Hall) - com praticamente a formação dos anos 70, Flávio Venturini, Sérgio Hinds e Sérgio Magrão, fizeram um show memorável, com todos os sucessos da banda, num grande show de progressivo. Quando o show acabou fui ao camarote do Lars Grael, nosso medalhista olímpico que teve sua perna decepada num acidente aquático atropelado por uma lancha conduzida por um sujeito alcoolizado. Nunca encontrei alguém que aceitasse tão passivamente o seu destino, uma grande lição, mas não consigo ter a mesma grandeza que ele.
 17-jun-2005 The Australian Pink Floyd - Credicard Hall, descrente de que algum dia iria ver o Pink Floyd e com vontade de ver a sua música sendo executada ao vivo, fui assistir à banda que é oficialmente reconhecida e autorizada pelos próprios integrantes da banda original a reproduzir suas músicas. Realmente muito bons, nunca havia assistido a show com uma qualidade de som tão cristalina.
 
Depois desse show, tive a oportunidade de assistir várias vezes a banda Pink Floyd Cover brasileira, algumas vezes inclusive em uma espécie de show particular na casa de meu irmão. Posso dizer com convicção, em matéria de habilidade o nosso Pink Floyd é tão bom quanto o Australiano.
 01-jul-2005 Premiata Forneria Marconi - Credicard Hall, eu não conhecia nada da, provavelmente, mais importante banda de rock progressivo italiana. Diante da minha ignorância, meu amigo Pedro me emprestou alguns trabalhos deles que não me seduziram, mas devido a insistência dele acabei cedendo. Uau! Que show. Instrumentais desconcertantes, suavidade e peso, em muitas músicas a sonoridade das letras em italiano, aliadas a uma grande performance do baterista/vocalista, Franz Di Cioccio. 
 
O show começou com Franz tocando a bateria, mas depois da terceira música, deu lugar a um outro baterista e foi para frente assumir o papel de vocalista e animador, coisa que faz muito bem, só espero que não se transforme num Phil Collins e ceda ao popismo. Agora, cá entre nós, o baterista contratado vai para o céu! Sempre que a música ficava mais "pulsante", Franz sacava suas baquetas da cintura e ia tocar bateria junto com o baterista, às vezes pela frente, outras pelos lados, isso quando não o expulsava no meio da música para assumir o posto, e quando a música abrandava, lhe dava o lugar novamente. Nas instrumentais cheias de quebradeiras, ele assumia o banquinho e só largava quando os vocais exigiam maior fervor. Era muito engraçado ver o pobre sendo expulso quase os pontapés e depois chamado de volta. Isso durou o show inteiro.
 ??-jul-2005 Violeta de Outono - Centro Cultural SP, uma deliciosa apresentação de Fábio Golfetti e sua trupe, fizeram uma tremenda viagem através do psicodelismo do Pink Floyd no início de carreira e várias músicas próprias, muito legal. Foi o lançamento do CD Ilhas, que eu gosto bastante.
 08-set-2005 Judas Priest & Whitesnake - Claro Hall (RJ), o show em São Paulo ia ser no estacionamento do Anhembi, à céu aberto e mal acomodado... Enquanto que no Rio seria em casa fechada... A chance de assistir a duas lendas, com a grande volta do "Metal God" Rob Halford ao vocais do Judas, há! Não pensei duas vezes, com alguns amigos pegamos a ponte aérea e de quebra fizemos um pouco de turismo, curtimos um cinema no shopping e fomos para o show no mesmo local. Uma bela casa de espetáculos que lembrava o saudoso Olympia, só que maior. Escolhi um camarote, como não estavam lotados, dava para escolher onde ficar e acabamos assistindo aos shows num camarote de ponta, praticamente debruçados sobre o palco. Pontualmente às 21hs Whitesnake entra com o petardo Burn, como a voz de Coverdale não é mais a mesma, os outros integrantes seguraram bem com os backing vocals. Não me lembro de todos integrantes mas Tommy Aldridge estava na bateria, quem o viu solar uma vez, nunca mais o esquece, se você não lembra é só ver algum show pouco mais antigo do Ozzy. Durante uma hora desfilou só clássicos, com as inevitáveis baladas de Love Ain't No Stranger, Crying in the Rain, Is This Love, Here I Go Again, além de Slow and Easy, Give me all Your Love e fechando com a pesada Still of the Night.
 
Pouco depois, The Hellion / Electric Eye, Judas na sua formação clássica no palco, com um palco com plataformas e elevadores, fazendo com que Rob sumisse de um lado e aparecesse no outro como mágica. Enquanto isso KK Downing, Gleen Tipton e Ian Hill empunhavam seus intrumentos em formação fazendo o movimento sincronizado de movimentação das guitarras e baixo - o ingresso estava pago. Intercalaram músicas de seu novo trabalho Angel Of Retribution com clássicos como Metal God, a obrigatória Breaking the Law, Diamonds in Rust, Turbo Lover, Victim of Changes, Exiter, Painkiller e Hell Bent for Leather, quando ele entra no palco com a Harley Davidson. Fecharam com Living After Midnight e You've got Another Thing Coming. Foi porrada para ninguém botar defeito.
 06-set-2005

Tom Brasil Blues Festival c/ Hélio Delmiro, John Hammond e Savoy Brown. Desculpem, apesar de grande músico, não me lembro do show Hélio, se não me engano, cheguei atrasado nesse dia.

John Hammond, com fortes raízes no folk e no blues rural, foi chamado por alguns de "Robert Johnson branco". Com mais de 30 anos de estrada, faz uma combinação de sua guitarra forte com a harmônica e vocais expressivos. Fez um show interessante, mas para a maioria ele era apenas um aperitivo para o que estava por vir.

Savoy Brown, uma das mais importantes bandas do blues rock inglês, Savoy Brown comemora seus 40 anos de carreira e faz sua primeira tour pela América Latina. Formada e liderada pelo guitarrista Kim Simmonds, hoje estava acompanhado por David Malachowski na guitarra / backing vocals, Gerry Sorrentino no baixo e Dennis Cotton na bateria. Fez um show empolgante com sucessos como "I´m Tired", "Let It Ride", "Tell Mama",  "I can´t Get Next to You"... No final tive o ingresso autografado pelo próprio Kim :-).

 08-out-2005 The Musical Box Genesis - Olympia, trata-se de uma banda canadense que encena com todos os detalhes os shows do Genesis na fase de Peter Gabriel, com todo o figurino, iluminação e efeitos. Infelizmente a casa esteve longe de ter sua lotação esgotada. Todos os músicos tentava aproximar-se ao máximo das características dos músicos originais, com o vocalista trocando várias vezes de roupa. Executaram com maestria The Lamb Lies Down On Broadway na íntegra, o último álbum de que Peter Gabriel participou.
 12-out-2005 

Live'n'Louder - Thuatha de Danann, Dr. Sin, 69 EyesDestruction, RageShaaman, Nightwish e Scorpions http://www.bluesrockshow.com/live-n-louder/2005

  1-nov-2005  Deep Purple - Credicard Hall, mais um show desta desta que é a banda que mais vezes visitou o Brasil. Dessa vez para promover o álbum "Rapture of the Deep", tocou, além de algumas do álbum, clássicos como "Black Night", "Highway Star", "House of Pain", "Perfect Strangers"... E "Smoke on the Water"? É claro!
 11-nov-2005 

Nektar - Tom Brasil, banda inglesa de rock progressivo / psicodélico concebida em solo alemão em 1969, vem pela primeira vez ao Brasil, com dois integrantes originais, o guitarrista e vocalista Roye Allbrighton e o baterista e vocalista Ron Howden. Tocaram mais de duas horas, músicas de seu último álbum Evolution e antigos clássicos, mas com mais peso e energia. Show para fã nenhum colocar defeito. 

A abertura ficou por conta da banda Violeta de Outono, que fez uma viagem pelo psicodelismo com músicas antigas e novas do álbum Ilhas, além de passar pelo projeto paralelo de seu líder, João Golfetti, no Invisible Opera Company of Tibet.

 
2006 
 
 15-jul-2006 DIO - Credicard Hall, agora com 64, Dio, com uma ótima banda, que tinha Rudy Sarzo no baixo, fez mais um show com a energia e carisma inigualáveis. Para ter uma idéia do petardo, as 4 últimas antes do bis foram Man on the Silver Mountain, Long Live Rock'n'Roll, Heaven and Hell e We Rock. Quer saber dos detalhes desse show? Encontrei um site legal que tem inclusive fotos. http://www.rockonstage.org/shows/dio2006/dio.htm
 28-set-2006 

Rock In Concert Brazil Festival - Via Funchal, com muito pouco público, o show começou com a banda Tropa de Shock, com um Heavy Metal cantado em inglês. Na sequência entrou a banda Salário Mínimo, que também apresentou um som interessante, mas a que mais me agradou foi a banda Pedra, com Rodrigo Hid e Luiz Domingues que eu conhecia da Patrulha do Espaço, fizeram um hard ora progressivo, bem legal. Jan Akkerman, eterno ex-guitarrista do Focus, deveria ter participado, mas não veio.

Uriah Heep,hoje em dia, ter a oportunidade de ver bandas lendárias tocarem com seu time completo é uma raridade, mas pelo menos, o tripe baixo, guitarra e bateria estava lá, com Trevor Bolder, Mick Box e Lee Kerslake respectivamente, acompanhados pelo excelente vocalista Bernie Shaw e Phil Lanzon nos teclados. A banda continua excelente, com suas linhas vocais que os tornam uma banda única. Mick fez solos muito legais, Trevor continua sendo um dos baixistas que mais gosto e Lee, além de tocar como poucos, tem um vozeirão que dá gosto de ouvir. Com toda maestria rolaram clássicos como Stealin', The Wizard, Free Me, Sunrise, Gypsy, July Morning, Look At Yourself e a incendiária Easy Livin'. O que não deu para entender foi o público que não compareceu, pois tive a impressão de que apenas pouco mais da metade dos ingressos foram vendidos.  

 14-out-2006 Live'n'Louder - Arena Skol Rock (Anhembi) Massacration, Mind Flow, Gotthard, Primal Fear, After Forever, Doro, Nevermore, Sepultura, André Mattos, Stratovarius, David Lee Roth. http://www.bluesrockshow.com/live-n-louder/2006---doro-david-lee-roth
 27-out-2006
G3 - Credicard Hall, o primeiro a se apresentar foi Eric Johnson e a música que mais gostei foi S.R.V. que tem uma pegada blueseira, não por acaso, pois é uma homenagem ao meu grande ídolo do blues Steve Ray Vaughan, apesar disso, no geral, o som dele não me contagiou, tem um vocal "soft" das bandas dos anos 80 e, apesar de excelente guitarrista e muito rápido, não faz meu estilo - it's my fault.
 
Eu estava mesmo afins de ver o segundo grande guitarrista, já que Satriani eu já tinha visto antes. John Petrucci, guitarrista virtuoso do Dream Theater, vinha armado com o grande baterista Mike Portnoy também do Dream Theater e acompanhado pelo super baixista Dave LaRue. Gosto da guitarra, às vezes suja e meio blueseira, que ele faz, não é para menos, se você assistir ao DVD do G3, nos extras ele confessa também ser fã do Steve Ray Vaughan - e eu nem sabia... Quer ver essa máquina em ação, veja Glassgow Kiss http://www.rockonstage.org/shows/g3/g3.htm ou Damage Control http://www.youtube.com/watch?v=y4CtXr1HbuE que fechou sua apresentação.
 
Logo depois veio o dono da bola, enquanto que os anteriores eram técnica e feeling, Joe Satriani é o virtuosismo à flor da pele, em Extremist, faz juz ao título, toca freneticamente guitarra e gaita ao mesmo tempo. Troca de guitarra o tempo todo, frita notas, digita, toca com os dentes e tem o público todo na palma da mão, que cantarola junto com seus solos. LaRue também é seu baixista e na batera tem o talentoso Jeff Campitelli.
 
Para a Jam tocaram Voodoo Child e Red House de Jimi Hendrix e fecharam com Rockin' in the Free World de Neil Young, com Satriani nos vocais, sendo que Red House foi cantada por Johnson. Assim, encerram-se umas 4 horas de muito som. 
 28-out-2006  Patti Smith Marina da Gloria / RJ http://www.bluesrockshow.com/patti-smith
 29-nov-2006 Deep Purple - Tom Brasil, quando cheguei peguei o finalzinho do show do Lagunna, de Santo André, que dizem ter sido legal, mas não deu tempo para tirar uma conclusão.
 
Apesar de se tratar de uma terça-feira chuvosa, o Tom Brasil estava lotado com um público que ia de crianças com seus pais até senhores. Pisaram o palco já com Pictures of Home do álbum Machine Head do qual tocaram várias outras. Vieram para promover o novo lançamento Rapture of the Deep, mas mandaram vários clássicos como Into the Fire, Strange Kind of Woman a bela balada When a Blind Man Cries. Steve Morse teve seu momento solo em que colocou trechos de músicas famosas como Whole Lotta Love do Led e Sweet Child ´O Mine do Guns. O tecladista Don Ayrei que já passou por Ozzy, Rainbow, Whitesnake, Jethro Tull, fez seu solo que incluiu trechos do Aquarela do Brasil, Mr. Crowley, Chariots of Fire e Breath do Pink Floyd, emendando logo Perfect Strangers, Space Truking, Highway Star e a inevitável Smoke on the Water. Todo o time merece destaque, mas não posso deixar de mencionar Ian Gillan, por ainda conseguir manter praticamente o mesmo timbre e agressividade vocal de garoto - incrível. Incrível também como a canção de 1968 Hush, agita o pessoal, foi a primeira do bis e fechou com Black Night. Completaram o time os fantásticos Ian Pace e Roger Glover.
 
2007 (incompleto, está a caminho...)
 
 23-mar-2007  Asia - Credicard Hall  http://www.bluesrockshow.com/asia/asia-2007
 24-mar-2007 Roger Waters - Morumbi , não acredito que exista artista capaz de criar uma fusão tão perfeita entre música, imagens, efeitos especiais e público. Talvez o maior espetáculo da terra feita por um homem, esta turnê vem com a proposta de tocar na íntegra um dos álbuns mais revolucionários e de maior sucesso da indústria fonográfica da história, Dark Side of the Moon. A primeira parte e o bis foram recheados de músicas de todas as fases da carreira de Pink Floyd, a segunda parte foi inteirinha do Dark Side... Foi uma experiência audiovisual absurda, com o som distribuído em 360º no estádio, o que dava uma sensação de envolvimento total, o avião caia no telão do palco, chamas gigantescas no palco e ao redor dele explodiam, com o som da explosão se propagando em sua direção, os graves tremendo o chão e o deslocamento de ar fazendo sua roupa, pelos e cabelos mexerem. Isto foi só um pouco das sensações que tivemos. Se quiser maiores detalhes, achei um site que tem uma reportagem muito bem escrita sobre o show que ocorreu no Rio. Quando leio um texto bem escrito como este, tenho vontade de nunca mais escrever. http://whiplash.net/materias/shows/053635-rogerwaters.html
 12-abr-2007    Aerosmith - Morumbi http://www.bluesrockshow.com/aerosmith/2007
 28-abr-2007  Jethro Tull - Credicard Hall  http://www.bluesrockshow.com/jethro-tull
 6-mai-2007  The Central Scrutinizer Band - Virada Cultural Theatro Municipal SP http://www.bluesrockshow.com/virada-cultural-2007-08-09/the-central-scrutinizer-band  
 12-jun-2007  Alice Cooper - Credicard Hall  http://www.bluesrockshow.com/alice-cooper/2007
 14-ago-2007  Scorpions - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/scorpions/2008  
 22-set-2007  The Rite of Strings - Stanley Clark, Al Di Meola, Jean Luc Ponty Credicard Hall  
 23-nov-2007  Jan Akkerman Auditório Ibirapuera  
 21-jul-2007 The Central Scrutinizer Band - Teatro http://www.bluesrockshow.com/virada-cultural-2007-08-09/the-central-scrutinizer-band  
 
2008
 
  24-fev-2008 
Deep Purple - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/deep-pu
  6-mar-2008
Bob Dylan - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/bob-dylan
   5-abr-2008 
Ozzy Osbourne - Palmeiras http://www.bluesrockshow.com/ozzy-osbourne  
  9-mai-2008 
Whitesnake - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/whitesnake  
 16-mai-2008 
Queensryche - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/queensryeche  
 17-mai-2008
John Mayall - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/john-mayall
18-mai-2008 
Johnny Rivers - HSBC Brasil http://www.bluesrockshow.com/johnny-rivers 
 28-mai-2008 
Nazareth - Citibank Hall (Palace) http://www.bluesrockshow.com/nazareth
 18-jun-2008 
Chuck Berry - HSBC Brasil http://www.bluesrockshow.com/chuck-berry  
 23-ago-2008 
 30-ago-2008 
America - HSBC Brasil http://www.bluesrockshow.com/america 
  6-set-2008 
Roger Hodgson - Interlagos SPMF http://www.bluesrockshow.com/roger-hodgson/06-09-2008  
  7-set-2008 
Alan Parsons CANCELADO Interlagos SPMF  
 13-set-2008 
Scorpions - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/scorpions  
 20-set-2008 
Epica - Palace Citibank Hall http://www.bluesrockshow.com/epica  
 26-set-2008 
Rita Lee - HSBC Brasil http://www.bluesrockshow.com/rita-lee  
  7-nov-2008 
Nightwish - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/nightwish  
 15-nov-2008 
Judas Priest - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/whitesnake-judas-priest  
 26-nov-2008 
Queen + Paul Rodgers - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/queen-paul-rodgers 
 
2009

 12-fev-2009
John Lawton - Blackmore http://www.bluesrockshow.com/john-lawton 
 15-mar-2009  Iron Maiden - Interlagos http://www.bluesrockshow.com/iron-maiden/2009 
  7-abr-2009  Kiss - Arena Anhembi http://www.bluesrockshow.com/kiss  
 18-abr-2009  Motorhead - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/motoerhead 
 03-mai-2009 The Central Scrutinizer Band & Ike Willis - Virada Cultural 2009 http://www.bluesrockshow.com/virada-cultural-2007-08-09/the-central-scrutinizer-band 
 15-mai-2009  Heaven & Hell - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/heaven-and-hell  
 26-jul-2009  Michael Schenker Group - Stones Bar http://www.bluesrockshow.com/michael-schenker  
 18-set-2009  Jerry Lee Lewis - Credicard Hall http://www.bluesrockshow.com/2011  
 14-nov-2009 
Twisted Sister - Via Funchal http://www.bluesrockshow.com/twisted-sisters/2009 
 
Comments