Ringo Starr

 
Credicard Hall - 13/12/2011
 
 
 
Um ano após as duas apresentações de Paul McCartney em São Paulo, outro integrante dos BEATLES deu às caras na cidade. Ringo Starr, em sua primeira turnê pelo Brasil, também presenteou os fãs do quarteto de Liverpool paulistas com dois shows. Fui ao segundo, onde o homem das baquetas, acompanhado por sua All Starr Band, desfilou hits de sua ex-banda, carreira solo e ainda abriu espaço para seus colegas roubarem a cena.
 
 
Ringo começou com I Don't Come Easy, Honey Don't e assumiu as baquetas com Choose Love.
 
 
Gostei muito de sua humildade, cedeu espaço para cada um dos seus companheiros de banda tocarem 2 ou mais músicas de suas próprias carreiras. Desapareceu dos holofotes, assumiu papel de coadjuvante e deixou as estrelas brilharem.
 
 
O primeiro a ter seu espaço foi Rick Derringer que tocou Hand On Sloopy e Rock'n'Roll Hochie Koo.
 
 
Wally Palmar cantou Talking In Your Sleep e What I Like About You.
 
 
Richard Page que aqui aparece entre Ringo e Rick, cantou Broken Wings de sua banda Mr. Mister, entre outras.
 
 
 
Pô judiaram do velhinho, entre cada duas músicas essa cena se repetia, meu herói albino sofria para ler o set list e saber qual seriam as próximas.
 
 
Gary Wright, animadíssimo, também tocou umas 3.
 
 
 
Assim que tomei o meu lugar, vi dois sax e um teclado bem na minha frente. Que sorte! Mais uma vez veria bem de perto esse grande multiinstrumentista Edgard Winter. Quando tocou Frankenstein, Ringo se retirou do palco, pois em determinado momento da música, Edgar toca também percussão e três bateristas seriam demais. Arrasou também com a ótima Tabacco Road que gravou com o irmão Johnny em 1970.
 
 
Acima, Edgar com Wally dando tudo de si.

Me chamou a atenção a grande quantidade de adolescentes e pré-adolescentes acompanhados de familiares de todas as idades, com várias senhoras na fila do gargarejo. Chegaram cedo e se organizaram, distribuiram bexigas que foram enchidas por todos, chegando um monte delas até o palco no final do show.

Num total de 22 músicas, o show durou praticamente duas horas onde Ringo ainda tocou Yellow Submarine e fechou com With a Little Help From My Friends e Give Peace a Chance. Ficou claro que poderia ter tocado muitas outras dos Beatles, mas como o show não era apenas de Ringo, acho que ficou de bom tamanho.

Ricardo Koetz
 
Comments